Crescimento no Mercado Automóvel Europeu

Vendas Automóveis

Segundo dados da ACEA – Associação de Construtores Europeus de Automóveis, divulgados em Portugal pela ACAP, as vendas totais de automóveis ligeiros de passageiros na Europa (UE23 + EFTA) atingiram 1.209.209 unidades em Outubro, o que representa um aumento de 3,6% (+3,2% na Europa Ocidental) relativamente ao mês homólogo de 2005. O resultado verificado em Outubro deste ano, não obstante estra influenciado positivamente por mais um dia útil relativamente ao mês homólogo de 2005, não pode deixar de ser considerado um sinal de recuperação após 4 meses consecutivos de queda.

Os valores acumulados indicam uma pequena subida das novas matriculas, que se cifrou em 0,4%.

No que respeita à situação em cada país, em Outubro de 2006 todos os mercados europeus registaram um aumento, com excepção da Itália onde o mercado se manteve flat (+0,1%). A França cresceu 8,4%, Espanha 5,8%, Alemanha 1.4% e Reino Unido 0,9%. A maioria dos restantes países UE15 apresentaram aumentos, que variaram entre um valor máximo de 13% na Bélgica e 11,2% na Holanda, até um valor mínimo de 4,6% na Grécia e 0,6% em Portugal. Apenas a Finlândia (-1%), Irlanda (-4,5%) e Suécia (-2,6%) registaram taxas de variação negativas.

Os países da EFTA reduziram as suas vendas em 3,1%. Os novos Estados-Membros da UE apresentaram resultados positivos sólidos (+12,7%), que foram altamente influenciados pelo crescimento das vendas de veículos ligeiros de passageiros na Polónia (+32,9), Letónia (+57,8%) e Lituânia (+72,2%).

No que concerne aos resultados acumulados, dois dos maiores mercados, nomeadamente a Itália (+3,8%) e a Alemanha (+1,1%) mantiveram tendência positiva, enquanto que o Reino Unido (-3,2%), a França (-2%) e a Espanha (-1,8%) reduziram as suas vendas. Com excepção de Portugal (-4,8%), a Finlândia (-1,2%), a Grécia (-0,9%) e a Áustria (-0,3%), os restantes países da UE15 apresentaram uma melhor performance que no período homólogo do ano anterior. Os países da EFTA continuaram em baixa (-0,2%). Uma melhoria de 0,7% nos novos Estados-Membros foi em grande parte devida aos persistentes resultados positivos da Estónia (+25,2%), Lituânia (+30,6%) e Letónia (+51,1%). Em contrapartida, a República Checa (-2,9%), Hungria (-2,6%) e a Polónia (-1,7%) ainda apresentam uma variação acumulada negativa, muito embora apresentem já uma evolução positiva da tendência mensal.

Ainda em termos acumulados, verifica-se que Portugal foi o país europeu que registou a maior quebra nas vendas de ligeiros de passageiros (-4,8%), quer ao nível da União Europeia (25) quer da EFTA.

Anúncios

~ por Nelly Lopes em Novembro 21, 2006.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: